"Se" o limite de players por ally realmente fosse 300 pessoas O QUE ACONTECERIA!?!??

    • "Se" o limite de players por ally realmente fosse 300 pessoas O QUE ACONTECERIA!?!??

      New

      SBI estao discutindo inclusive já foi aprovado uma atualização TESTE para o servidor teste que em uma ally tera no maximo 300 pessoas...

      Sendo assim, eu levanto o questionamento, sera que irá ter um melhor balanceamento entre guildas e allys mais fortes contra as mais fracas ?

      Será que o mundo albion será mais justo ?

      Havera mesmo combinados por fora de nao ataque entre allys ? Se sim vai funcionar ?

      A verdade é que estou ansioso por esse momento... espero e torco muito por um Albion mais como posso dizer: mais justo - equilibrado - balanceado, onde guildas menores tb tenham chance de ter territorios...


      :P



      Quando alguem estiver começando a jogar mande esse site:
      sites.google.com/view/blocoderua/p%C3%A1gina-inicial
    • New

      Estas a ler errado.

      No dia 26 de Fevereiro de 2020, o jogo vai sofrer uma alteração nas Alianças, TODAS as guildas vão ficar sem aliança nesse dia e apenas se podem juntar a outra guilda e formar uma aliança se o numero total de jogadores for igual ou inferior a 300.

      Não é no servidor de testes, é no servidor de jogo e vai acontecer já a dia 26 no meio desta temporada. A decisão aparentemente foi tomada depois de uma pull onde responderam 1200 jogadores.
    • New

      Então, eu acho que seria bem ruim pois na verdade muitas guildas pequenas procuram as alianças para crescer e muitas das vezes é dali que saem as grandes guildas que geram conteúdo para o jogo, assim como minha guilda atual foi acolhida por uma aliança e agora dispomos de uma grande estrutura para aprender shotcall e etc.

      Já para as alianças como a SQUAK não vai mudar nada para eles o KingMojo mesmo já disse que é bem fácil trabalhar em grupo mesmo com o fogo amigo ativado e eu presenciei isso ontem onde SQUAK nos atacou junto com a Merge sem nem mesmo tocar na Merge.

      Conclusão na minha opinião isso aí na verdade vai destruir um monte de guilda pequena que vai ter de juntar a guildas maiores para sobreviver.

      (Não me venham com essa de que é só fazer 1 aliança de 300 players que todos sabemos que ngm vai querer segurar uma guilda iniciando)

      The post was edited 1 time, last by Luquee ().

    • New

      @Luquee A situação Squak Merge que falas, não está relacionado com o facto de as guildas não se atacarem, pois nem NAP (Pacto de não Agressão) entre elas existe, mas sim o facto de terem um alvo em comum neste caso a EGO, e isso vai acontecer sempre quer seja com alianças ou não.

      Neste ponto tem mesmo a ver com a localização dessas guildas em particular pois a guilda da Squak que te atacou veio pelo vosso conteúdo e não por causa da situação "politica" da nossa zona e lutaram exatamente por isso mesmo, pela ZvZ. Vocês EGO dão-lhes conteúdo de jogo e é isso que eles querem, e acredita que isso não deve alterar muito com as Alianças reduzidas a 300 jogadores.


      Nesta batalha tu encontras a Merge com 19 jogadores apenas e por isso é fácil ter uma coordenação com outra guilda vermelha sem que existam ataques (mas mesmo assim morreram todos), mas esta batalha existe porque a EGO é uma aliança que dá conteúdo aos jogo e por isso são um alvo de treino apetecível para as grandes Guildas/Alianças e a Tea Party n~ao foi ai porque também eles apanharam a Squak.

      Squak 60 jogadores
      EGO 112 jogadores
      AGS 57 jogadores
      Outras 35 jogadores

      Neste jogadores todos, tirando a Squak que está ali só pela ZvZ, as outras estão juntas na batalha porque vocês são a Aliança grandes na zona e a que causa dificuldades as pequenas.

      É exactamente isso que faz as Alianças crescerem ou acabarem, pois é o que as rodeia que determina se uma guilda se alia a outra (ou faz NAP) para se poderem defender de outra maior.
      E com este HardCap nas alianças a 300 jogadores, vai ser ainda mais vincado essa situação de pequenos a juntarem.se contra grandes sem estarem na mesma Aliança.

      Já a gora como é que vocês vão fazer na vossa Aliança de 1943 elementos?
      A AGS tem apenas 384 e uma grande parte desses 84 são Alts... o que nos facilita um pouco as coisas com as conta a 300 apenas.
    • New

      Eu acho que 300 é pouco francamente.

      Talvez se limitarem o número de membros em uma aliança para 1500 teremos alianças medianas e com boas chances de sobrevivência, pois ainda assim seria possível manter grandes guildas e acolher aquelas ainda emergentes.

      Outro ponto ontem mesmo conversava com um amigo é o tempo que este teste vai durar. Se for por apenas 1 mês continua tudo como está pois as guildas que saem da aliança tenderão a se manter unidas naquele jogo de compadre. Mas se o tempo for maior, há a possibilidade de começarem pequenos cismas e disputas internas que farão com que grupos se dispersem e formem outros.

      Vai ser um período interessante e mesmo que a Demonlord esteja sem aliança é algo que gostarei de acompanhar rs


    • New

      Independente do numero que ficar, seja 300, 600 900 ou sem limite, a solução não está nisso, mas sim no poder de controle que esses números permitem ter sem qualquer desvantagem.

      Uma única guilda de 300 personagens activos e dedicados, pode muito bem fazer frente a uma Aliança de 6000 personagens, pois os mapas estão limitados a 350 personagens e entra apenas uma percentagem de cada lado.
      A situação que causa o problema é o facto de uma grande aliança conseguir controlar um enorme numero de torres sem que tenha qualquer tipo de desvantagens.
      Pelo contrario quanto maior é o numero de elementos numa aliança maiores são as suas vantagens e isso +e o que está a destruir o jogo lentamente.

      Com esta alteração vai ser testado se resulta ou não limitar as Aliança, ou se será ou não necessário aumentar esse limite para uns 600 ou 900, mas independentemente disso, algo deve ser adicionado ao jogo para limitar o controle dessas forças.
    • New

      Tendo em conta aquilo que foi divulgado no reddit, já não vai ter mais um HardCat a 300 personagens, mas sim um novo sistema manutenção nas torres para uma aliança não se esticar muito no mapa. E o Debuff da penalidade de grupo vai ser aumentado para dar ainda mais debuff a grupos de grande escala.
      Vamos ver no que vai dar.
    • New

      Por si só o sistema que vai ser implementado para ter uma nova manutenção das torres por energias, não é suficiente para resolver o problema, mas acredito que com todas as alterações em simultâneo, vai resultar num ambiente de jogo mais equilibrado.

      Actualmente as guildas não encontram qualquer desvantagem em estar em grandes números e com isso deterem uma parte significativo das torres em seu poder. Por isso é que alianças como as 4 que estão no topo da tabela controlam 90% das torres de jogo.
      Com a introdução deste sistema o controle de torres vai estar diretamente ligado aos cofres de cada uma das guildas dessas alianças. Pois todas elas vão ter os seus valores interligados.

      Segundo entendi, uma Aliança com 10 torres não paga nada, mas se controlarem mais uma torres já começam a pagar por todas as 11 torres. Para não falar que o valor que tem que pagar está relacionado com uma percentagem do valor de energias que uma torre gera ao longo do dia em condições ideais. Condições essas que nem sempre vão existir.

      Sempre que um Mago for morto isso vai debilitar os cofres da guilda dona da torre, pois o valor que ela tem que pagar na manutenção não vai alterar, mas o rendimento que essa torre lhe dá já vai ser menos devido a morte do mago.

      Para não falar que todos os membros dessas Alianças recebem menos Fama e Prata em PvE se tiverem mais que 10 torres.

      Resumindo, no inicio ainda vais ver muitas guildas fortes e ricas com um bom numero de torres, mas com o tempo as energias do jogo vão ser cada vez mais caras e mais difíceis de obter, os seus membros a receberem cada vez menos fama e prata no PvE, as guildas vão ter que controlar as torres que querem em seu poder, o que deixa mais espaço para guildas novas.

      Agora juntando este sistema com as alterações ao Debuff e com outros sistema que possam ainda ser implementados, sim as grandes alianças devem fragmentar tornando o jogo um pouco mais equilibrado.